Feeds:
Artigos
Comentários

Archive for the ‘Canetas’ Category

IMG_20170517_133726IMG_20170517_152945

Brought a new penfriend from the USA!

Anúncios

Read Full Post »

Porque pode dar jeito a alguém interessado, aqui fica um breve relato do que foi o primeiro mês de utilização do meu Bullet Journal, BuJo para os amigos…

A minha utilização deste versátil tipo de agenda/caderno de anotações permitiu-me efectuar, ao longo deste mês, uma melhor e mais fácil organização pessoal e profissional. Representou uma maior facilidade em manter um registo organizado das minhas várias actividades/tarefas e a sua utilização resultou na eliminação total de papéis soltos com notas ou listas de tarefas a realizar e numa maior objectividade na análise do que é realmente prioritário e do que não é.

Para se ver que este tipo de agenda/caderno de anotações realmente funciona, aqui fica um simples exemplo: as notas que deram origem a esta publicação, que agora partilho convosco, estão espalhadas por várias páginas separadas do meu Bullet Journal, mas estão absolutamente bem organizadas, não estragando quaisquer outros apontamentos e foram extremamente fáceis de localizar!

Para que tudo isto fosse possível, foi necessário efectuar algum investimento de tempo inicial, como acontece com qualquer novo projecto, para encontrar o que realmente funciona para mim. Foi, também, necessário investir algum tempo na concepção e na execução do  meu BuJo.

O tempo investido no desenho e na execução do BuJo e do seu companheiro mais pequeno, o caderno de apontamentos, é, porém, parte importante do prazer do “bulletjournaling”, para quem gosta deste tipo de coisas. Quem não gosta, pode saltar esta parte… Já agora, o pequeno caderno de apontamentos não faz parte do Bullet Journal. É um simples caderno de apontamentos que substitui o BuJo, quando não for prático levar o irmão maior…

Agora, passado que está o primeiro mês de utilização, é só fazer algumas afinações e continuar a usar… Porque o que é bom e está bem feito dura… E dura… E dura…

Read Full Post »

Recentemente, na tentativa de encontrar um sistema que me permitisse organizar as minhas notas e compromissos, descobri, na Internet, o Bullet Journal.

Este sistema não é mais que uma forma de criarmos a nossa própria agenda, de modo a que ela corresponda às nossas necessidades, baseada em símbolos e em curtas notas.

O sistema foi criado/desenvolvido por Ryder Carroll e pode ser aplicado a qualquer caderno, sendo completamente flexível. E esta é a sua principal e mais importante característica: a flexibilidade e/ou adaptabilidade.

Uma simples pesquisa no Google por “Bullet Journal” ou “BuJo” devolve uma enormidade de resultados, dos mais simples aos mais elaborados, o que revela bem a sua flexibilidade e utilidade.

A investigar por todos aqueles que têm dificuldades em encontrar um sistema simples que lhes permita organizar as suas vidas.

As duas companheiras, da Kaweco, as Kaweco Sport, andam em circulação desde os anos trinta do século passado! Podem ver a sua história aqui. São duas canetas de tinta permanente, extremamente leves e facilmente transportáveis, que cabem em qualquer bolso e estão sempre a postos para tomar qualquer nota.

Quanto aos cadernos, eles estão agrupados numa capa de cabedal, feita por mim, e têm a característica de terem papel  espectacular para escrever com canetas de tinta permanente. É um notebook durável e recarregável, logo, extremamente amigo do meio ambiente.

Deixo mais dois links que podem ser úteis: My Life All in One Place e Tiny Ray of Sunshine.

Fiquem bem e, caso tenham gostado de alguma das ideias, usem-na.

Divirtam-se!

 

Read Full Post »

img_20170102_200701

img_20170102_200816

E não há nada como algumas ferramentas antigas…

Read Full Post »

20150626_140305

20150626_140332Acabadinha de chegar, esta nova ferramenta vai-me dar muito jeito na classificação dos exames nacionais… Como é americana e veio de Inglaterra, deve ter o seu Inglês bem afinado. 😀 E já me estive a divertir a transformá-la em “eyedropper”, como podem perceber pelas fotos. Leva tinta que nunca mais acaba… 😀

Read Full Post »

IMG_1912

Fotos tiradas pelo professor José Gonçalves. Clica na foto para veres as restantes.

Eu numa interessante sessão de demonstração de caligrafia com os alunos da minha escola. Foi um prazer partilhar o pouco que sei com os nossos jovens, para quem a escrita à mão está a perder cada vez mais o interesse…

Read Full Post »

wd dip pen 2 (10)

Continuando a investigar o passado…

Sempre gostei de caligrafia e, ao mesmo tempo, sempre tive dificuldades em conseguir fazer uma letra que eu próprio gostasse e com a qual me sentisse confortável, até que, na fase final da minha juventude, redescobri as canetas de tinta permanente. Como, aliás, já vos contei.

O que não vos contei foi que, durante essa juventude, em casa do meu avô, descobri umas canetas de aparo que nunca percebi como funcionavam…

Como gosto muito destas coisas, de andar a tirar o pó à história, resolvi, recentemente, pesquisar sobre as canetas de aparo…

Qual não foi o meu espanto quando percebi que quem se dedica a escrever caligrafia usa, essencialmente, estas canetas! Não foi preciso mais nada. Vá de tentar!

Então não é que a escrita com estas canetas é um espetáculo! Que o prazer que se retira da escrita com as ferramentas adequadas não tem nada a ver com a escrita com uma esferográfica… E as tintas… Não tem nada a ver.

Mas, desilusão das desilusões… Procurem na Wikipédia por “caneta de aparo” ou só “aparo”. Depois tentem “dip pen”… Perceberam a diferença? Os portugueses correm, voam, para deitarem para o lixo tudo o que é tradicional, julgando que são muito avançados por adotarem todas as modernices, colocando na prateleira do esquecimento tudo o que vem do passado.

Como é que se pode fomentar a boa escrita sem as ferramentas adequadas?

Porém, graças à Internet, temos o problema resolvido.

Divirtam-se!

Aqui ficam uns sites interessantes com muito material:

http://www.dippennibs.co.uk/

http://www.blotspens.co.uk/

http://www.exaclair.com/brands_brause.php

http://www.williammitchellcalligraphy.co.uk/

Read Full Post »